EnglishFrenchGermanPortugueseSpanish
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

QUE LAUDO SOLICITAR PARA ESTAR EM CONFORMIDADE LEGAL

Trouxemos novamente este assunto para nosso Bate – Papo pois temos recebido várias solicitações de Laudos Ergonômicos para acompanhar um produto vendido.

 

 

 

Temos recebido muitos questionamentos se nossos produtos possuem Laudo Ergonômico

 

 

 

O questionamento que nos fazem é se vendemos nossos produtos com Laudo Ergonômico pois muitas empresas estão com problemas referentes a não conformidade dos produtos adquiridos de alguns fornecedores. Essa solicitação nos deixa claro que o usuário ainda não compreendeu bem o que é um LAUDO.

 

 

 

Elaboramos este artigo para esclarecer, mais uma vez que, o fato de um objeto  possuir  Laudo Ergonômico não quer dizer que o mesmo esteja em conformidade ergonômica com o posto de trabalho e, mesmo estando em conformidade ergonômica com o posto, é necessário saber se existem outras legislações e mesmos decisões confederativas a serem cumprida para o determinado posto, pode não estar em conformidade sanitária, confederativa, etc.

 

 

 

Para a conformidade de um processo, é necessário que se conheça todas as legislações específicas para esse processo assim como para os objetos participantes do processo.

 

 

 

É necessário que se contemple todos os requisitos técnicos e legais para o posto.

 

 

 

Mais uma vez vamos esclarecer que, uma coisa é o LAUDO do OBJETO, no e outra coisa é o LAUDO do POSTO DE TRABALHO.

 

 

 

Por exemplo, uma cadeira ou um banco pode ter Laudo Ergonômico pois sua montagem segue os padrões da ABNT e está dentro das especificações de MONTAGEM da NR17 porém, mesmo tendo uma  conformidade ergonômica do mobiliário, pode NÃO SER ERGONOMICAMENTE CORRETO PARA O POSTO QUE SERÁ UTILIZADO.

 

 

 

A ASE – Mundoergonomia, em conjunto com a CMQV, estuda todas as exigências técnicas e legais necessárias para os postos, adequa ás necessidade, orienta os projetos e elabora todos os Laudos necessários para a adequação legal do posto, serviço ou objeto, inclusive, o LTN (LAUDO TÉCNICO NORMATIVO) que foi criado pelo grupo para rastrear todas as exigências contidas no posto, no serviço ou no objeto.

 

 

 

Resumindo, não adianta, apenas, um laudo ergonômico da cadeira por exemplo. Ela pode ser ergonomicamente correta para a estrutura de cadeira porém não estar ergonomicamente correta para o posto onde está sendo usada. Para ilustrar, usamos um exemplo simples de uma cadeira: a cadeira pode ser ERGONÔMICA mas pode não estar em CONFORMIDADE LEGAL para o posto onde será utilizada…veja nas fotos abaixo

 

 

 

Para um melhor entendimento, leia mais sobre o tema:

 

 

 

Ler sobre – LAUDOS – O QUE É UM LAUDO – http://www.cmqv.org/website/artigo.asp?cod=1461&ssl_pedido_id=1330179&idi=1&xmoe=212&moe=212&id=20278

 

 

 

Ler sobre – LAUDO ERGONÔMICO – http://www.cmqv.org/website/artigo.asp?cod=1461&ssl_pedido_id=1330179&idi=1&xmoe=212&moe=212&id=20277

 

 

 

fale conosco e participe de nossos grupos de estudo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PRODUTOS