EnglishFrenchGermanPortugueseSpanish
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

FALANDO SOBRE CINTOS LOMBARES

Vai aqui uma pergunta cuja resposta, acredito seja útil para muitos.

Osny

PERGUNTA:

Caro engenheiro Osny!

Bom dia

A Gerência me fez os questionamento abaixo em relação o cinturão abdominal lombar, poderia me ajudar por favor?

1- O que a NR 17 explicita sobre os cintos?

2- Não estaríamos engessando nossos profissionais?

3- No final do trabalho estariam mais satisfeitos ou menos satisfeitos com o uso deste produto?

Grato.

Filipe Maciel
Segurança do Trabalho
(31) 3303-9863   Skype:segurancadotrabalho.locguel Matriz
www.locguel.com.br

RESPOSTA

Ola Filipe

Grato pelo seu e mail

Primeiro as suas perguntas:

1- O que a NR 17 explicita sobre os cintos?

Explícito nada. Ela preconiza que devemos investir em ergonomia, aliviar tensões, diminuir cargas, proporcionar mais conforto etc etc.

2- Não estaríamos engessando nossos profissionais?

O Fisioterapeuta brasileiro, Professor de Ergonomia, autor do livro que recomendo Fisiotarapia ocupacional ( Editora Manoli ) Paulo Deliberato é super a favor bem como uma centena de médicos e afins brasileiros e norte americanos etc. Muitos artigos em www.cmqv.org e abaixo.

Desde que façamos o recomendado programa de treinamento Coluna Segura que enviamos a todos os clientes (para todos os produtos inclusive cadeiras) através de um CD com o Manual, slides, fitas, etc e até pôsteres para serem impressos, não há registro deste “engessamento”, daí ser obrigatorio que sejam flexíveis ( tem gente que copia da gente e usa material rígido, sem a mínima condição e como não há norma….. já viu; estou pensando montar uma NBR para os cintos pois posso montar comitês da ABNT; mas preciso arrumar tempo!) .

3- No final do trabalho estariam mais satisfeitos ou menos satisfeitos com o uso deste produto?

Com certeza se sentirão MUITO melhor, tanto é que muitos pedem para comprar um para usar FORA do ambiente de trabalho:

Se não ficarem MUITO satisfeitos deve estar ocorrendo:

1- O uso está sendo mal feito

2- O treinamento idem

3- Eles têm grandes e profundas lesões da coluna que não resolve mais nada exceto grandes tratamentos.

Note bem – O importante que os cintos sejam flexíveis, de Lycra tenham os dispositivos ante deslizamento caso o uso seja constante e durante muitas horas.

Tenho um médico do Trabalho amigo meu e que assina alguns artigos comigo que até dorme com o cinto !!

Eu não consigo dirigir por mais de 1 hora sem o cinto e preciso dele para ministrar aulas.

Os artigos abaixo e do site www.cmqv.org trás até estudos sobre a redução de dores e lesões para:

1. Apenas o Programa Coluna Segura sem cintos. Redução de X %

2. Apenas o uso do cinto sem o Programa Redução de Y ( ou pouco menor do que X )

3. Uso do cinto + o Programa. Redução bem maior do que X + Y juntos.

Você que é do ramo, pode perfeitamente ministrar o Coluna Segura com o meu CD.

Apenas para registrar: A Lafarge introduziu 100 % de Todos os colaboradores com o cinto + o Coluna Segura. Como eram muitas fábricas e muitos CTs espalhados pelo Brasil, eles montaram um DVD com o treinamento para cada CT ( mais de 1000 ) , pôsteres etc baseado em um treinamento que eles contrataram junto a CMQV para uma unidade e gravaram. Não precisa da gente ou de mim.

Mesmo assim, estamos à disposição

Caso precise, temos em estoque elásticos americanos de altíssima qualidade e tecidos com fibras da Dupont prateadas. Os elásticos são laranja e como temos que renovar o estoque o pessoal pode estudar fazer todos ou alguns cintos com este material (custa uma fortuna) pelo mesmo custo desde que não sejam muitos ( estoque ); idem suspensórios com fibra refletiva. ( Não é material costurado no cinto, mas sim a própria fibra elástica tecido com fios da Dupont. Muito pouco vendido aqui pois é muito caro.

Abraços

Osny Telles Orselli

www.mundoergonomia.com.br

12-3954 0070  – para mais informações

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PRODUTOS