EnglishFrenchGermanPortugueseSpanish
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

SOBRE O AÇO INOX

Prezado amigos, dadas a tantas especulações na área de montagem de cadeiras, acreditamos ser interessante trazermos uma visão do porque utilizar Aço INOX em estruturas para caderias.

Neste artigo vamos falar sobre o AÇO INOX

Conceito

Aço Inox é o termo empregado para identificar uma família de aços contendo no mínimo 11% de cromo, o que garante ao material elevada resistência à oxidação.

O cromo disperso em todo o material de forma homogênea, em contato com o oxigênio do ar, forma uma fina camada de óxido na superfície do aço, contínua e muito resistente, protegendo-o contra ataques corrosivos do meio ambiente.

Este filme protege toda a superfície do aço inox e, de maneira geral, esta resistência aumenta à medida que mais cromo é adicionado à mistura. Apesar de invisível, estável e com espessura finíssima, esta película é altamente aderente ao aço inox, defendendo o material contra a ação dos meios agressivos.

Mesmo quando sofre algum tipo de dano, sejam arranhões, amassos ou cortes, imediatamente o oxigênio do ar combina-se com o cromo, formando novamente o filme protetor, recompondo a resistência à corrosão. Esta qualidade é inerente ao aço inox já que o cromo faz parte de sua composição química.

Outros elementos adicionados ao inox – níquel, molibdênio, vanádio e tungstênio – também elevam a resistência desse aço à corrosão, além de garantirem ao produto múltiplas aplicações. A seleção correta do tipo de inox e de sua superfície de acabamento são importantes para assegurar uma longa vida útil ao material.

Principais atributos do Aço Inox

Alta resistência à corrosão Resistência mecânica elevada Facilidade de limpeza Baixa rugosidade superficial Aparência higiênica Material inerte Facilidade de conformação Facilidade de união Mantém suas propriedades mesmo quando submetido a elevadas temperaturas e a baixas temperaturas (criogênicos) Acabamentos superficiais e formas variadas Forte apelo visual (modernidade, leveza e prestígio) Relação custo/benefício favorável Baixo custo de manutenção Baixa rugosidade superficial

Tipos de Aço inoxidável

AÇOS INOXIDÁVEIS AUSTENÍTICOS –  Os aços austeníticos são dúcteis e apresentam excelente soldadibilidade. São ligas não-magnéticas e não podem ser endurecidas por tratamento térmico. Os aços inoxidáveis austeníticos são o da Série 300, aços não magnéticos com estrutura cúbica de faces centrada, basicamente ligas Fe-Cr-Ni (Ferro, Cromo e Níquel), o mais popular é o tipo AISI 304 que contém, basicamente, 18 % de cromo e 8 % de níquel, sendo o carbono limitado a um máximo de 0.08%. Combinam o baixo limite de escoamento com o alto limite de resistência e bom alongamento, oferecendo as melhores propriedades para o trabalho a frio.

AÇOS INOXIDÁVEIS FERRÍTICOS – Os aços ferríticos são magnéticos e parcialmente endurecíveis por tratamento térmico. São usados, basicamente, no estado recozido. Em geral, os aços ferríticos contém um teor de cromo maior que os martensíticos, apresentando superior resistência a corrosão. A Série 400 é a dos aços inoxidáveis ferríticos, o principal é o tipo AISI 430, que contém 16 a 18 % de cromo e um máximo de 0,12% de carbono.

AÇOS INOXIDÁVEIS MARTENSÍTICOS – Os aços inoxidáveis da Série 400 podem ser divididos em dois grupos: os ferríticos, propriamente ditos, que em geral apresentam o Cromo mais alto e o Carbono mais baixo, e os martensíticos, nos quais predomina um Cromo mais baixo e um Carbono mais alto (comparando-os com os ferríticos). São aços magnéticos endurecíveis por tratamento térmico. Apresentam boa resistência à corrosão atmosférica e se destacam pelos diversos graus de dureza e resistência mecânica que podem ser obtidos. A seleção dos aços martensíticos é feita em função do compromisso entre as propriedades mecânicas e a resistência à corrosão. O principal aço desse grupo é o AISI 420.

Principais ligas do Aço inoxidável e a suas aplicações

Tipo AISI 301: estruturas e equipamentos para a indústria aeronáutica, ferroviária e rodoviária, estampagem em geral.

Tipo AISI 302: equipamentos para a indústria automotiva, aeronáutica, naval hospitalar, odontológica, cirúrgica, farmacêutica, cosmética, têxtil, utensílios domésticos, cutelaria e refrigeração.

Tipo AISI 304 e 304 L: equipamentos para indústria aeronáutica, ferroviária, naval, petroquímica, papel, celulose, têxtil, frigorífica, hospitalar, odontológica, farmacêutica, cosmética, química, utensílios domésticos, instalações criogênicas, destilarias, eletrodomésticos, fotografia, tubos e tanques em geral, estampagem geral e profunda, revestimentos.

Tipo AISI 310S: equipamentos para indústria química, petroquímica, cimenteira e siderúrgica, especialmente fornos industriais, permutadores de calor, aquecedores e turbinas a gás.

Tipo AISI 316 e 316 L: equipamentos para indústria aeronáutica, ferroviária, naval, química e petroquímica, farmacêutica cosmética, têxtil, papel e celulose, borracha, tintas, alimentícia e de laticínios, hospitalares, odontológica, cirúrgica, mineração, refinarias, na fabricação de tubos e vasos de pressão, destilarias de álcool.

Tipo AISI 321: equipamentos para indústria aeronáutica, ferroviária, naval, química e petroquímica, refinarias, na fabricação de peças soldadas e sujeitas a aquecimento na faixa de precipitação de carbonetos, revestimentos de caldeiras, aquecedores, vasos de pressão.

Tipo AISI 409: sistema de exaustão de gases em motores de explosão.

Tipo AISI 410: indústria de mineração, siderúrgica, cutelaria, instrumentos de medida, peneiras, bombas, válvulas, instrumentos hospitalares, odontológicos e cirúrgicos.

Tipo AISI 420: indústrias de mineração, siderúrgica, cutelaria, instrumentos de medida, lâminas de corte, disco de freio e ainda, instrumentos hospitalares, odontológicos e cirúrgicos.

Tipo AISI 430: equipamentos para fabricação de ácido nítrico, adornos de automóveis, utensílios domésticos em geral, como baixelas, fogões, geladeiras, pias, talheres. Cunhagem de moedas e fichas telefônicas, revestimento de elevadores e balcões frigoríficos.

*VAI AQUI UMA ORIENTAÇÃO INTERESSANTE:

Caso as suas peças de inox na empresa estejam com manchas, não se preocupe, são comuns e remover essas manchas em inox e muito mais simples do que imagina.

Aqui vamos apresentar uma alternativa simples e barata para remover manchas em inox

Colocar uma gota de óleo de cozinha num pano de limpeza e passar sobre a peça inox.
As manchas saem, a peça de inox fica limpa.
Utilizar só uma gotinha de óleo mesmo e coloque outra somente quando sentir que o pano não está deslizando facilmente sobre a peça (sinal de que o óleo acabou).
No dia seguinte, passe um pano com um pouco de desengordurante, só para retirar o pó grudado.

Porém cuidado – mancha não é ferrugem
Se o seu obbjeto está enferrujado, com certeza tem ferro e, portanto, não é o INOX AISI 304!(faça o teste do ímã)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *