EnglishFrenchGermanPortugueseSpanish
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

FF – BP – AP – ACABAMENTO PARA SEU MÓVEL

Vamos falar sobre acabamentos: AP, BP, FF e outros

Muitos de nosso clientes  ficam em dúvida do que é um móvel em PB, um revestimento acrílico, um acabamento em fórmica e outros acabamentos e se são de MDF, aglomerado, OSB, enfim, várias são as dúvidas ligadas aos nomes.

Vamos aqui dar uma breve explicação sobre esse assunto sempre lembrando de verificar se, para a finalidade de seu móvel, existe alguma regulamentação sanitária ou outra legalmente específica.

Antigamente, todo acabamento era feito após a montagem do móveis.

Houve a época do simples verniz, a fase das pinturas especiais como Patinas, Satinês, decapês, lacas, móveis coloridos, envelhecidos e até com folhagens a ouro e outros acabamentos mais ou menos trabalhosos.

Os móveis folheados com folhas imitando madeiras das mais diversas formas, cores e materiais eram o toque de requinte nos móveis mais elaborados. A facilidade da colagem das chapas extremamente finas, permitiam a variedade de forma para designs dos mais variados estilos.

Os acabamentos em fórmica  aplicadas pós montagem também teve muito tempo em uso, principalmente para cozinhas.

Todas essas colagens eram extremamente trabalhosas, demoradas necessitando de toda uma técnica para evitar bolhas, falta de cola em determinados locais, etc.

Hoje, além de todas essas técnicas ainda utilizadas, existe uma variedade de acabamentos com a mesma referência das anteriores ou seja, colagens porém muito mais práticas pois essa fase de colagem propriamnete dita, já vem pronta da fábrica em chapas já revestidas.

Existem ainda, mecanismos especiais onde o móvel passa por um sistema de adesão integral do revestimento sendo essa adesão não por pressão e sim por meio de uma curagem a alta temperatura.

No caso dessas chapas as mesmas são produzidas a partir da impregnação de materiais celulósicos com resina termo-estáveis, que formam um conjunto prensado por meio de calor e alta pressão.  Essas chapas de, agora chamados de  laminados são encontrados no mercado em vários tipos.
Esses revestimentos podem ser ou não incorporados às chapas na própria usina ou depois, na fase de transformação.

Neste grupo temos os acabamentos melamínico de baixa pressão, mais conhecido com BP;  Finish Foil (FF); PVC; lâmina de madeira natural; hot stamping ou laminado plástico AP, a famosa fórmica,  material sintético isolante, etc.

Por efeito de prensagem quente, o laminado se funde ao substrato de madeira, formando com ele um corpo único. Os laminados têm as funções de decorar e proteger.
São aplicados como revestimento, apresentam cores e padrões variados, imitando madeira, mármore, figuras especiais e em cores respeciais.

Os laminados podem ser : Finish Foil (FF), melaminico de Baixa Pressão (BP) e Alta Pressão (AP) utilizados na fabricação de móveis.

Finish Foil (FF)

O revestimento Finish Foil é produzido através da pintura de bobinas de papel com tintas apropriadas, pelo sistema de pintura em rotogravura ou flexogravura.

Os tipos de papéis mais utilizados são o 60 g/m² e o 30 g/m² sobre os quais são aplicadas as tintas para produzir o padrão de cor desejado, reproduzindo o efeito madeirado ou simplesmente padrões unicolores.

Em seguida o papel pintado recebe um acabamento intermediário (FF reenvernizável) ou recebe o acabamento final, neste caso são mais comuns os acabamentos acrílico-melamínico e o com cura UV.

O Finish Foil é obtido após a prensagem do papel impresso sobre a chapa de madeira aglomerada ou MDF. O processo produtivo inicia-se com a alimentação automática das chapas de madeira (aglomerado ou MDF), aplicação do catalisador e da resina uréia-folmadeído separadamente e aplicação do papel através de sistema com calandras aquecidas, para obtenção do produto final.
A colagem do papel sobre as chapas também pode ser feita pelo sistema de prensa hidráulica no lugar da calandra.

Devido à temperatura do processo de prensagem (120 – 150 oC) e a imperfeição da superfície das chapas de madeira onde o papel é colado, os acabamentos brilhantes em FF ficam prejudicados e não alcançam brilho superior a 70 UB. Onde se deseja um acabamento com alto brilho em FF (maior que 90 UB) é necessário aplicar um verniz de acabamento após a prensagem do papel na chapa de madeira. Nestes casos utilizam-se as chapas de FF reenvernizáveis, pois permitem a adesão do acabamento final, onde geralmente são aplicados vernizes com cura UV.

Baixa Pressão (BP)

Neste processo o papel decorativo (melamínico) é prensado sobre o painel de MDF ou aglomerado, sem a utilização de cola. O papel melamíco de baixa pressão é estocado em ambiente climatizado, de forma a manter as propriedades da resina. Após a impregnação do papel com resina dá-se a montagem e o conjunto é levado a uma prensa plana na qual sofre os efeitos de temperatura e pressão, fundindo o papel ao painel, originando o revestimento BP.

É mais resistente que o FF, também tem melhor aparência e é um pouco mais caro. Possui média resistência a abrasão, por isso, é menos utilizado em tampos de mesas e armários de cozinha, sendo mais empregado na “caixaria” dos móveis destinados a estes cômodos. Bem utilizado pode ser empregado em cozinhas e banheiros.

É encontrado em várias formas de acabamentos, de fosco até alto brilho, sendo que este pode comprometer a aparência, dependendo da superfície onde é aplicado e da qualidade da chapa. Os papéis utilizados para BP possuem gramatura entre 70 a 80 g/m², podendo chegar a 180g/m².

Alta Pressão (AP)

Os papéis utilizados para Alta Pressão são os mesmos que para BP, o que difere é que sob Alta Pressão o papel decorativo é prensado com temperatura e pressão superior, tendo entre ele e o painel várias folhas de papel Kraft, e é impregnado com resinas que dão maior resistência à umidade. Devido a esta característica, somada a maior resistência à abrasão e impactos, é empregado em cozinhas e banheiros.

Por causa das resinas que são aplicadas, tem aparência brilhante. A Fórmica é um tipo de Alta Pressão. É utilizado em móveis com bordas arredondadas, além dos com bordas retas, porque permite a curvatura da lâmina.

…* estamos elaborando um artigo especial sobre MDF, aglomerados, OSB, etc,  como resposta a perguntas como: devo usar MDF? aglomerado é ruim? quando usar OSB?  –  Nossa resposta: DEPENDE!

O nome MDF, veio da sigla em inglês Medium Density Fiberboard, é um painel de média densidade produzido a partir da madeira reflorestada de pinus ou eucalipto. É muito resistente e possui alta capacidade de usinagem

fale conosco, tire suas duvidas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *