O que é Ergonomia:

O que é Ergonomia:

Este termo se originou a partir do vocábulo grego ergon ou ergo, que significa “trabalho”, e nomos, que quer dizer “leis ou normas”.

Vamos aqui esclarecer de forma bem simples o que é ERGONOMIA

A Ergonomia consiste no conjunto de disciplinas que estuda a organização do “trabalho” no qual existem interações entre seres humanos, objetos, ações,  meio ambiente, máquinas, e até mesmo entre o próprio ser humano individualmente.

MAS…O QUE É TRABALHO?

Esse é o ponto mais importante de todas as explicações, abordagens discussões, cálculos, etc…

Antes de falar de ERGONOMIA, vamos então nos ater ao real significado da palavra TRABALHO.

Trabalho é TUDO AQUILO que faz com que nosso organismo, qualquer que seja a parte do organismo, se utilize de uma força e demande uma energia para realiza-lo.

Fazemos questão de esclarecer que  o termo trabalho se resume  a TODAS AS ATIVIDADES DO SER HUMANO. (físicas, químicas, biológicas, emocionais  e intelectuais)

Não importa qual a finalidade ou o tipo da ação ou trabalho executado; o que é preciso entender é que esse “trabalho” ou essa ação acarretará uma reação em nosso organismo e essa reação demanda uma energia.

Resumindo, se observarmos de modo geral, tudo em nossa vida demanda energia que pode ser traduzida em trabalho. Portanto trabalho pode incluir atividades de lazer.

Se partirmos para uma visão mais holística podemos dizer que, a partir da concepção no ventre materno, já começamos a trabalhar!

Para simplificarmos e conscientizarmos nossas mentes, vamos  poder resumir que Trabalho é uma força que fazemos para realizar alguma coisa…

Voltando para a abordagem quantitativa do tema, sabemos de nosso tempo de escola, que aprendíamos em Física, que essa força pode ser calculada com a fórmula trabalho = F × D × Cos (θ), onde F = força (em Newtons), D = deslocamento (em metros) e θ = ângulo entre o vetor da força e a direção do movimento. É partindo dessa simples fórmula física unida ao conhecimento do corpo humano e suas interações, podemos calcular os efeitos de determinadas ações ou determinados “trabalhos” sobre o nosso organismo.

Resumidamente, isso é ERGONOMIA: um conjunto de estudos que visam dar ao organismo ferramentas para que ele se mantenha “saudável”, sem danos, quaisquer que sejam esses danos, conhecendo as reações a que se expõem determinadas ações.

Não devemos nos esquecer de que a atividade mental é um trabalho também. Assim evitar ou prevenir o estresse é Ergonomia.

Não se pode estudar ERGONOMIA sem uma equipe multidisciplinar, pois muitos são os parâmetros a serem analisados. Ação e reação com foco na preservação da saúde.

O conceito de Ergonomia se aplica à qualidade de adaptação do homem ao  meio ambiente em que ele está, qualquer que seja essa ambiente: trabalho, lazer, escola, assistindo a um filme, jogando bola, pensando, dormindo, enfim…vivendo…

Dessas abordagens e desses estudos interdisciplinares e multidisciplinares surgiram as várias abordagens da ERGONOMIA.

Para não estender muito, vou exemplificar com duas abordagens bastante interessantes que fogem a ligação da ERGONOMIA COM AS LER/DORT (distúrbios ou doenças do sistema musculoesquelético).

Uma  é a ERGONOMIA COGNITIVA que é também conhecida como engenharia psicológica. A palavra “cognitiva” sugere uma relação com um conjunto de processos mentais, entre eles a percepção, a atenção, a cognição, o controle motor e o armazenamento e recuperação de memória. Conscientizar bons hábitos, treinar prevenção é Ergonomia de Conscientização.

A ergonomia cognitiva pretende analisar o impacto que esses processos têm na interação do ser humano e outros elementos dentro de um sistema.

Outra é a ERGONOMIA ORGANIZACIONAL também conhecida como macroergonomia.

A ergonomia organizacional parte do pressuposto que todo o trabalho ocorre no âmbito de organizações.

A ergonomia organizacional pretende potencializar os sistemas existentes na organização, incluindo a estrutura, as políticas e processos da organização. Algumas das áreas específicas são: trabalho em turnos, programação de trabalho, satisfação no trabalho, teoria motivacional, supervisão, trabalho em equipe, trabalho à distância e ética.

Sob o ponto de vista empresarial, o principal objetivo da ergonomia é desenvolver e aplicar técnicas de adaptação de elementos do ambiente de trabalho ao ser humano, com o objetivo de gerar o bem-estar do trabalhador e consequentemente aumentar a sua produtividade.

Por todas essas abordagens e por todos esses vertentes de interferentes que podem fazer com que o SER HUMANO não fique bem adaptado ao meio em que se encontra de forma a preservar sua integridade psicofisiológica e ósteo muscular é que nossa equipe e nossa escola define a ERGONOMIA COMO A CIÊNCIA DO CONFORTO

Apenas completando mencionamos que nossa escola tem como diretrizes os três pilares da Ergonomia: Conforto, Segurança e Eficiência.  Todos pautados em conhecimento técnico e legal.

Com essas diretrizes cuidamos diretamente da saúde e da performance de qualquer profissional ou de qualquer cidadão.

Finalizando – Ergonomia é a ciência do conforto. Você está convidado a participar conosco dessa espetacular ciência

Nossa empresa tem a equipe multidisciplinar que estuda, projeta executa e vive ERGONOMIA!

Venha conosco para o mundo mágico da ERGONOMIA!

Osny Telles Orselli